Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2016 > Janeiro > Secretaria de Aviação divulga calendário de trabalho a 200 dias da Olimpíada

General

Secretaria de Aviação divulga calendário de trabalho a 200 dias da Olimpíada

200 DIAS

39 aeroportos terão operação especial para os Jogos Olímpicos Rio2016. Governo tem ritmo intenso de reuniões preparatórias
por publicado: 18/01/2016 09:00 última modificação: 19/01/2016 12:47
Foto: Daniel Brasil/Ministério do Esporte Galeão, no Rio de Janeiro (RJ): principal terminal da operação aeroportuária durante os Jogos Olímpicos Rio2016

Galeão, no Rio de Janeiro (RJ): principal terminal da operação aeroportuária durante os Jogos Olímpicos Rio2016

A 200 dias do início dos Jogos Olímpicos Rio 2016, a Secretaria de Aviação da Presidência da República divulga o cronograma de trabalho dos próximos dias com a preparação do setor de aviação para a operação especial durante a competição.

Pelo menos seis grandes temas estão na pauta de discussão de colegiados do setor aéreo – formados por representantes do governo federal, dos operadores aeroportuários e companhias aéreas – com vistas à organização dos aeroportos para a Olimpíada.

No dia 19, o Comitê Técnico de Operações Especiais (CTOE), órgão criado no âmbito da Comissão Nacional de Autoridades Aeroportuárias (Conaero), se reúne pela primeira vez neste ano para avaliar o planejamento dos principais terminais para os Jogos. No dia 22, a Secretaria volta-se ao tema da acessibilidade, em reunião com entidades, órgãos públicos e gestores de aeródromos envolvidos nas Olimpíadas. No dia 27, a SAC participa de encontro sobre planejamento da aviação geral (executiva) para os Jogos. No dia 28, a discussão é sobre o Plano de Contingência e estacionamento de aeronaves nos aeroportos Galeão e Santos Dumont, abordando também questões climáticas e horário de funcionamento dos terminais. Também entram na agenda a discussão sobre a integração dos modais aéreo e terrestre, com a organização do meio-fio do aeroporto, e a autorização de voos de Chefes de Estado em visita ao Brasil.

De acordo com Thiago Meirelles, coordenador do Comitê Técnico de Operações Especiais (CTOE), a agenda de alinhamento e integração do governo às autoridades envolvidas na gestão aeroportuária assume, agora, a responsabilidade de encaminhar as últimas definições. “A execução do planejamento do setor começou há mais de 100 dias, orientada por um manual que rege as operações durante os Jogos. Agora, nosso objetivo é fazer os ajustes necessários para solucionar possíveis demandas complementares e desafios do setor como um todo”, assinala.

EVENTOS-TESTE - A análise de procedimentos de chegada e partida de atletas vem sendo monitorada pelo governo federal dentro do calendário de testes do Comitê Rio 2016. Dos 45 eventos do programa “Aquece Rio” de preparação para os Jogos Olímpicos Rio 2016, a Secretaria de Aviação selecionou sete para testar oficialmente os aeroportos: remo (realizado em agosto), bocha (realizada em novembro), saltos ornamentais (19 a 24 de fevereiro), rúgbi em cadeira de rodas (26 a 29 de fevereiro), pentatlo moderno (10 a 14 de março), tiro esportivo (14 a 25 de abril) e ginástica (16 a 24 de abril). Confira o calendário completo em Brasil 2016 - o Portal Oficial do Governo Federal para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016.

SIMULADOS - A Secretaria coordena, ainda, a realização de simulados de acessibilidade aeroportuária para Passageiros com Necessidade de Atendimento Especial (PNAEs). O objetivo é testar as operações de embarque e desembarque, fluxos aeroportuários e a infraestrutura dos principais terminais envolvidos na operação dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. A agenda é uma ação do subcomitê de acessibilidade do CTOE.

A primeira rodada de simulados passou pelos aeroportos do Galeão (11/06), Santos Dumont (11/07) e Guarulhos (04/08). Antes disso, o CTOE também visitou os terminais de todas as cidades-sede do futebol: Rio de Janeiro, Belo Horizonte, São Paulo, Brasília, Salvador e Manaus. O resultado destas visitas foi um diagnóstico para que os operadores aeroportuários elaborem seus planos de melhoria e adaptação.

Além disso, fluxos aeroportuários especiais também são testados pela Secretaria. Em novembro, o aeroporto internacional do Galeão, no Rio de Janeiro (RJ), realizou simulado para testar o fluxo de armas e munições no terminal durante os Jogos Olímpicos Rio 2016.

MANUAL DE PLANEJAMENTO – Em setembro, a Secretaria de Aviação da Presidência da República lançou o Manual de Planejamento do Setor de Aviação Civil – Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, cartilha técnica para padronizar a operação dos 39 aeroportos (entre prioritários, monitorados e de apoio) que atenderão à principal demanda do megaevento esportivo.

A cartilha define normas, procedimentos e fluxos de gestão e operação para áreas como Segurança e Defesa, Recursos Humanos e Treinamento, Melhorias de Conforto, Acessibilidade, Gerenciamento de Infraestrutura e Capacidade. Ao todo, 39 aeródromos, localizados nas cidades-sede e a uma distância máxima de 200 quilômetros delas, serão impactados pelas medidas. A coordenação não afetará os horários dos voos comerciais regulares, que continuarão tendo prioridade.

O governo federal vai monitorar toda a operação a partir de uma Sala de Comando e Controle, localizada no Rio de Janeiro, que deve funcionar de 20 de julho a 24 de setembro, 24 horas por dia, com representantes de todos os órgãos públicos envolvidos na operação aeroportuária do País.

DEMANDA ESTIMADA - De acordo com diagnóstico construído pela Secretaria de Aviação com base na experiência olímpica de Londres/2012, os aeroportos de Guarulhos (SP), do Galeão (RJ) e Santos Dumont (RJ) deverão registrar pelo menos quatro picos de movimentação de passageiros durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos em 2016. São eles: 5 de agosto, na abertura dos Jogos Olímpicos - mais de 90 mil desembarques; 22 de agosto - mais de 95 mil embarques; na abertura dos Jogos Paralímpicos, em 7 de setembro – com cerca de 45 mil desembarques – e no fechamento da Vila Paralímpica, em 19 de setembro – com mais de 40 mil embarques.

Assessoria de Imprensa
Secretaria de Aviação da Presidência da República
Telefone: (61) 3311.7255
E-mail: imprensa@aviacao.gov.br
Flickr: https://www.flickr.com/photos/aviacaogovbr
Facebook: https://www.facebook.com/AviacaoGovBr
Twitter: @AviacaoGovBr